Wednesday, September 10, 2008

Viaduto estaiado em Fortaleza

Serão uma obra de arte, literalmente, os viadutos — sim, serão dois, um sobre o outro — que o Departamento de Edificações e Rodovias (DER) projetou e vai construir na avenida Washington Soares para permitir o acesso ao futuro Centro de Feiras e Eventos de Fortaleza. O engenheiro Quintino Vieira, diretor-geral do DER, informou que o governador Cid Gomes ficou encantado com o projeto arquitetônico dos viadutos. “Essa obra será um novo cartão postal de Fortaleza, pois o duplo viaduto será estaiado” — pois usará cabos de aço, o que dará a impressão de que é por eles sustentados. No próximo mês de outubro, será publicado o edital de licitação para a escolha da empresa que executará as obras do viaduto e do próprio Centro de Feiras e Eventos." falou Quintino Vieira.
by Egídio Serpa

Friday, September 5, 2008

São tanta emoções I

Estive quarta, 3, na capital de todos os cearenses, Fortaleza, para participar de uma reunião de trabalho e outra com meus familiares. Caminhei nas ruas do centro, percebi um pouco da movimentação da cidade e das pessoas. Lamento a poluição visual e sonora, além do lico pela cidade, enfim, percebi a cidade um pouco mal cuidada, mesmo em época de política. E por falar em política e lixo no chão, trouxe comigo um souvenir encontrado numa sarjeta bem próximo ao apartamento de minha irmã, onde geralmente fico hospedado. Era um "santinho" de um candidato. Comentários? deixo a cargo de vocês. Um abraço e bom fds para vocês.

Ministro defende aborto em anencefalia

Aconteceu nessa quinta-feira, 4, uma audiência pública no STF, onde o ministro da Saúde, José Gomes Temporão, defendeu o direito das mães anteciparem ou não o parto de fetos diagnosticados com anencefalia, ou seja, que não têm cérebro. Para a Organização Mundial de Saúde, OMS, a anencefalia é uma má-formação do bebê que impossibilita a vida fora do útero. Hoje, o Sistema Único de Saúde só antecipa o parto de bebês sem cérebro com autorização judicial. Para o ministro da Saúde, José Gomes Temporão, o sofrimento das mães grávidas de bebês anencéfalos justifica esse direito. Polêmicas à parte, considero interessante a discussão e acho sensato ouvirmos todas as opiniões.